terça-feira, 10 de abril de 2012

As nossa Memórias



Dona Maria de Monte Alegre, Dona Caita da casa de farinha, seu Tavinho e o Museu de Boipeba, seu Luis na roça tão longe, Geraldo e o cavaquinho, Dona Neide .... são a nossa História, as nossa Memórias que não podemos esquecer .... Todos eles fazem parte do filme que a Luz Cultural e a Biblioteca Edite dá Vida estão editando, "...eu lembro ...", as memórias de Boipeba.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Oficinas sobre o Mar

Continuam as Oficinas sobre os animais do mar, em colaboração com a Ong Pro Mar.



Desta vez, as Estrelas e as Tartarugas, unindo momentos de contos, de teatro, de ciência e de desenho.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

MOJUBA'



MOJUBA'

Dia da Consciência Negra 2011

Para comemorar o Dia da Consciência Negra, a Luz Cultural criou um quilombo chamado Mojubá: comida africana com pimentas, danças dos Orixás e afro, vídeos sobre a escravidão, exposição de objetos africano. Riproduções da Lei Áurea com a assignatura da Princesa Isabel e o Jornal do Senado anunciando a abolição da escravidão decoravam o espaço. O evento foi organizado com os participantes do Curso de Turismo Etnico Culturale, projeto da Luz Cultural com a Ong italiana Axé Professor.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Prêmio Mais Cultura para a Biblioteca Edite dá Vida

No prestigioso Palácio Rio Branco,

Luz Cultural recebeu o Prêmio Mais Cultura.
Presentes na cerimónia, o Prof. Ubiratan Castro, Diretor da Fundação Pedro Calmon, o Prof. Albino Rubim, Secretário da Cultura da Bahia, o escritor Joacir Góes, imortal da Academia de Letras da Bahia, Olívia Santana, guerreira vereadora de Salvador.
Esse prêmio reconhece o trabalho da Luz e da Biblioteca e ajudará nos projetos futuros, como a continuação das memórias de Boipeba, um livro sobre as érvas medicinais da ilha, oficinas de desenho e poesia e, claro, para comprar livros, livros, livros ......

domingo, 15 de maio de 2011

Encontro das Ilhas - Boipeba e Ré


La dança afro e la capoeira de Boipeba são convidados na França.








Missinha, Isalice, Maiana do grupo de dança afro "Ébano" e Ronaldo, Lucas e Francisco da Capoeira "Axé Bahia" viajaram para a Ilha de Ré, convidados do grupo de dança Contempo Ré Danse. Os nossos artistas ensinaram dança afro, capoeira, jongo, puxada de rede e forró por duas semanas na ilha. Final do projeto do Festival Franco-Brasileiro foi a apresentação no teatro de Saint Martin e o Carnaval nas ruas. O grupo foi homenageado pelo prefeito da cidade.

Exportar a nossa linda tradição e conhecer outras artes e culturas era um sonho para os nossos artistas. Luz Cultural os ajudou neste importante intercâmbio de vida.


Que emoção para eles, que satisfação para todos nós!

OBRIGADO ANNE-LAURE E CONTEMPO RÉ DANSE!!!

OBRIGADO ÎLE DE RÉ!!!

sexta-feira, 25 de março de 2011

Tecendo o Tempo, Dia das Mulheres










Boipeba é das Mulheres
Neste dia especial, fizemos uma tela feita de muitas telas pequenas, uma de cada mulher, bordada, croché, pintada, para tecer o nosso tempo, o nosso espaço, a nossa vida.
Hospede especial a socióloga Acácia Batista Dias, já nossa parceira e amiga, que falou da dificuldade para as mulheres de alcançar objetivos e realizar desejos, mas que nunca se pode desistir.
Momento emocionante, a entrega do Prêmio Abaoca: "Luz Cultural parabeniza as Canoeiras de Boipeba por terem remado contra corrente" na Primeira Regata de Canoa de Um-Pau-Só.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Bumba Meu Boi-Peba!!!











Depois de mais de 30 anos, o Bumba Meu Boi volta em Boipeba. Luz Cultural com o restaurante Anália, Marcos do Posto de Serviços, Dária e Cristina com a Casinha Amarela e Missinha com Agbalá organizaram uma grande festa, com a intenção de resgatar também a Zambia Punga. Mulheres e homens de Boipeba dançaram e tocaram por quase 4 horas, andando na vila inteira.
OBRIGADO BOIPEBA!!!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

A Diretoria da Luz Cultural de Boipeba
tem o orgulho de comunicar que a
BIBLIOTECA EDITE DÁ VIDA
foi premiada no
"Edital Mais Cultura"
da Fundação
Pedro Calmon e da
Secretaria de Cultura da Bahia!!!
Recebemos o Prêmio como reconhecimento
de todos os nossos trabalhos.
Queremos compartilhar a nossa felicidade
com todos os nossos Amigos e Parceiros
que nos ajudaram nesses 5 anos.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Festa dupla no Dia das Mulheres


"A Nova Mulher: valorizar e transformar"
O título deste ano deu a possibilidade de unir as Mulheres de Boipeba para apresentar aquelas que conseguiram alcançar o próprio objetivo, desejo, a própria maneira de viver.
Contos de luta, vontade, sacrifícios que continuam no cotidiano de todas, mas que estão dando resultados bons: Marli com a barraca, Dona Antonietta com a Igreja Assembléia, a enfermeira Gil com o posto de saúde, Jussa com a padaria, Missinha com a faculdade e a loja, Cristina e Daria com a própria casa, Leomária com a escola. Cada uma com um sonho se realizando.



Também Luz Cultural e a Biblioteca nasceram de um sonho de um grupo de pessoas que queriam dar luz à tradição da ilha. Seis anos trabalhando, lutando, as vezes com vontade de desistir, mas, no final, sempre presentes, sempre atuando pela cultura de Boipeba.
Esses seis anos foram reconhecidos pela Câmara dos Vereadores de Cairu, que deram para Luz Cultural o "Título de Utilidade Pública".
Uma emoção profunda, uma responsabilidade maior com as pessoas que sempre nos apoiaram. Assim, lembramos do provérbio africano "Eu sou porque você é": Luz Cultural é porque as crianças vão na Biblioteca, porque os idosos estão participando do projeto das memórias "... eu lembro...", os voluntários participam de cada evento, os pescadores e os guias pintaram as canoas da regata ... Luz Cultural é porque no Dia das Mulheres, como sempre, as Mulheres de Boipeba estavam lá.
fotos Tiago Chagas

segunda-feira, 29 de março de 2010


A canoa é parte importante e fundamental de Boipeba, um patrimônio imaterial que a comunidade respeita e valoriza. Proteger a canoa em uma ilha como Boipeba significa não somente respeitar o passado, mas olhar ao futuro, desenvolvendo a propria cultura.
Muitas estórias começam com um tronco, que vira uma canoa, que vira uma vida, que vira uma tradição. Por isso, Luz Cultural organizou no dia 21 de março a "Primeira Regata de Canoa - Navegamos Naturalmente", com os objetivos de resgatar a canoa na vida cotidiana, desenvolver em Boipeba o uso da canoa como modalidade esportiva, incentivar atividades nauticas com baixo impacto ambiental.
A primeira ação foi reformar e pintar as canoas, com as tintas oferecida pela Luz Cultural.


A regata foi patrocinada pela Federação Italiana Canoagem e pela empresa Control Ambiental.

A largada, na frente da pousada de Marina, viu a participação de homens e mulheres, um pescador remando com um guia, uma marisqueira com uma dançarina, um pai com um filho.

Foram muitas risadas, muita emoção, muito esporte e a certeza de ser parte da história da ilha .... e quem ganhou foi Boipeba.

ATÉ A PROXIMA REGATA!!!